sábado, 18 de junho de 2011

Sexualidade :Falsa Superioridade Masculina!

                Através da vivência do universo masculino e algumas leituras que fiz na vida,colocarei algumas impressões sobre a sexualidade do ponto de vista masculino.A verdade que fui motivado a escrever depois de postar um comentário no blog mulheressábias sobre o tema sexualidade.
               Nós como nascemos, recebemos dos nossos ancestrais valores,usos e costumes,como se fossem verdades absolutas. Ou seja vamos crescendo para nos adaptar aquilo que recebemos ser a única maneira correta de ser e pensar e na sexualidade não é diferente, principalmente numa sociedade alicerçada no machismo.  A sexualidade no mundo não cristão é tratado como a teoria do copo dágua: Tá com cedo pegue  e a mate.Enquanto no meio Cristão  é visto como algo profano e gerador de sentimentos de culpa.Como se Deus tivesse feito o homem até o umbigo e satánas o resto.
             Para nós,homens,a genitália nos é ensinado desde cedo como parâmetro  e talvez  única que usamos para saber a "intensidade" de nossa masculinidade.Com o tempo vamos descobrindo novos meios para descobrir o ser masculino. Enquanto garoto,quando estamos em grupos,ficamos medindo o tamanho do membro,para saber como estamos "desenvolvendo" nossa masculinidade. Chegamos a adolescência e a pressão  nesta fase é  para temos a 1ª experiência sexual. É colocar em funcionamento o orgão,sem se importar com qualquer ouro aspecto ou seja,emocional,psicológico.... Imagine a festa dos pais,quando o filho homem chega em casa e afirma,que "molhou o biscoito". Agora imagine a filha,chegando em casa e afirmando que "umedeceu um biscoito "?.Quantos homens que não conseguiram êxito na sua primeira experiência sexual,como deve se sentir,em ter "falhado" na prova cabal de sua masculinidade ? Pois em toda área de nossa existência,as primeiras experiência são mais propícia ao fracasso ,ou melhor,outro meio para aprendizagem correta. E aqueles que na fase da adolescência a ultrapasa sem nehuma experiência sexual ,será tratado de tudo,menos de fazer parte da espécie masculina.              
             O homem com esta obsessão pelo orgão genital,torna-se egoísta em suas relações. Procura uma mulher, não para construir uma relação,mas em primeiro lugar satisfazer este apetite sexual ,é capaz de várias relações nos primeiros dias de casamento. Para provar para si e depois para mulher que é o macho ideal.Depois a intensidade vai diminuindo...O verdadeiro ser masculino troca a quantidade de relações pela intensidade das mesmas. O homem focado na genitália como medidor de sua masculinidade, deixa de construir relações maduras e intensas. Assim escolheu durante muito tempo casar com  com mulheres virgens,não por uma questão moral,mas para não ser comparado sexualmente e o pior  dos pesadelos masculino, ser classificado inferior ao outro que possuiu sua mulher.Mesmo com este padrão de  exigência da virgindade para casar,continuou buscando fora de casa mulheres, não tão "virtuosa ", como as que exigia para casar. Com estas mulheres que eles desclassificam moralmente,se sente à vontade,sem medo do "pesadelo" masculino.
              No imaginário masculino,ele é quem "possui" a mulher; Ela se "entrega" ao homem. A sexualidade é vista pela espécie macho,como sua superioridade. Quando na verdade não o é. Uma mulher consciente de seus dotes sensuais dificilmente ficará só,aonde quer que esteja.O coitado do homem precisa obter ou sucesso financeiro ou profissional (Vide Ronaldo...),para ter chance de se aproximar de alguma mulher que deseja. Ou  é coincidência que os grandes inventores são masculinos ? Sim,para chamar atenção das  mulheres os homens foram transformando a própria sociedade. O homem busca fora de si (Dinheiro,fama...)meios para alcançar as mulheres e Elas basta usar a sua consciência feminina.

6 comentários:

  1. Xú, boa tarde!!!!
    Que texto interessante!!! Tão profundo....
    É interessante vermos pessoas colocarem postagens de forma tão diferente sobre o sexo. Você nos mostra o lado mais lindo do sexo - verdadeiro..., amoroso....
    Percebo que quando vivenciamos o AMOR VERDADEIRO, torna-se mais claro falar para o outrem. Parabéns pelas postagens. Beijos!!!! Te amo!

    ResponderExcluir
  2. Tema polêmico! A parte que diz que um homem precisa ter sucesso financeiro ou proficional pra se aproximar de uma mulher eu não gostei! rs... Mas realmente é a realidade, mas claro existem exceções, como no meu caso por ex! rs... Que Deus o abençõe e a tua família irmão, fica na paz, e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  3. Jamais desista de si mesmo.
    Jamais desista das pessoas que você ama.
    Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um obstáculo imperdível,
    ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário. Acredite sempre em você,pois todos nós somos capazes,temos uma força dentro de nós que as vezes nem sabemos é só procurarmos,nunca desista dos teus sonhos ei você tem um gigantesco potência acredite sempre em você, Deixo a ti esta mensagem de coração você é muito especial para mim e pro meu cantinho! bjos tenha uma linda sexta feira!

    ResponderExcluir
  4. Bastante esclarecedor..

    Shalom

    http://nairmorbeck.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Tremendo seu artigo Non e muito esclarecedor. Gostei muito de quando você diz com bastante verdade, de que os homens procuram mulheres virgens porque não gosta de ser comparado a outro. Tremendo muito bom. Dez.

    ResponderExcluir
  6. "(...)e Elas basta usar a sua consciência feminina."

    Talvez, se fizéssemos isso, seria menos difícil se relacionar.
    Adorei o artigo, muito bom mesmo.
    Tenho um desafio, se é que posso entrar aqui e me sentir no direito de propor algo: um texto que esclareça como os homens veem o amor. Qual é a opinião de vocês sobre o tema, que importância ele tem nas suas vidas (daí por diante e o que julgar pertinente).

    Vim retribuir a visita, ler um pouco e olhe: já estou dando palpite no blog alheio! Rs.

    A propósito, obrigada pela sua última visita no blog. É por pessoas assim como você, que me incentivam sempre, que continuo a escrever.

    Um abração, fique com Deus!

    ResponderExcluir